23 de fevereiro de 2013

A hipocrisia no Brasil ainda é forte



Todos os dias, trabalhadores rurais sem-terra são perseguidos no Brasil. Sofrem ameaças reais, alguns são assassinados. Os moradores do bairro Pinheirinho, em São José dos Campos, foram expulsos de suas casas por ordem da Justiça. Suas casas foram derrubadas, a PM usou gás lacrimogêneo e cassetetes. 


Você viu algum programa da Rede Globo, ou a Revista Veja, ou a Folha de São Paulo dar voz a algumas dessas pessoas? 

Claro que não. 

Agora, a blogueira cubana vem para o Brasil, recebe cobertura ampla da Revista Veja, do Jornal Nacional, Globonews, Folha de São Paulo, Estadão.
É recebida por senadores do quilate de Aécio Neves e de deputados como Ronaldo Caiado e Jair Bolsonaro e tem gente que reclama porque estudantes protestaram contra a moça?????? Porque não a "deixaram falar". 

É SÉRIO MESMO??? 
O problema está nesses estudantes que estão "perseguindo a pobre moça"??? E os milhares de brasileiros que sofrem todos os dias e nunca tem voz? 

O fundo da questão é o ódio contra Cuba, contra o governo cubano, contra qualquer organização popular, contra os movimentos de esquerda... Quem disse que Cuba é um paraíso? Não foi o governo de Cuba, muito menos os historiadores, ou os cientistas sociais. A Revista Veja, sim, fica tentando desqualificar aquele país, com ares de seriedade jornalística, mas nós sabemos bem quem são os donos daquela revista e quem os financia. Pena que alguns brasileiros de classe média não saibam.. 

Quem promete o paraíso são as religiões cristãs. E mesmo assim está difícil de entregar o prometido... 

Antes de criticar os estudantes que protestaram contra a "pobre moça", porque não criticam a injustiça social brasileira, a profunda desigualdade, a concentração dos meios de comunicação nas mãos de seis famílias, que repetem sempre a mesma ladainha, qual seja: "somos inferiores, devemos nos contentar em sermos 'cucarachas', devemos assistir novelas, ler a Veja, acreditar no William Bonner e sorrir para o Pedro Bial". Ou ficar dizendo que 'isso é uma vergonha', como aquele reacionário chamado Bóris Casoy. 

Enquanto esse país for o pais das "Casas Grandes" e das Senzalas modernas, enquanto o racismo e a repressão cotidiana forem vistas como normais, que mais e mais estudantes enfrentem a hipocrisia, mesmo que ela esteja disfarçada de "boa moça branca".

Um comentário:

ze barto disse...

Olá Tudo bem. Sou Zé Barto e vim apresentar o livro do meu amigo escritor Ulisses Sebrian. O livro é um suspense policial emocionante. Chame-se o Que rezes a vida. Basta dar um click no link para ler.. https://www.clubedeautores.com.br/book/140578--Que_reze_a_vida. Ou entre no blog do Ulisses Sebrian http://truquedevida.blogspot.com.br/ e na a barra lateral tem a capa do livro só dar um click. Abraços.